Câmara Municipal de São Paulo
Palácio Anchieta - Viaduto Jacareí, 100

11º Andar - Sala 1112 - CEP 01319-900
Tels.: (11) 3396-4264 / 4001 / 4002 / 4003

São Paulo - SP

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
1024px-WhatsApp_logo-color-vertical.svg_

Projeto do Vereador Tatto altera denominação da Praça da Sé para “Praça da Sé – Cardeal Dom Paulo Evaristo Arns”

12/12/2017

 

 

Proposta foi aprovada em 1ª votação na Câmara Municipal

 

Na última segunda-feira (11/12) a Câmara Municipal aprovou em 1ª fase de discussão o projeto de lei 2/2017, de autoria do vereador Tatto, que homenageia Dom Paulo Evaristo Arns conferindo à Praça da Sé nova denominação, passando a ser chamada de “Praça da Sé – Cardeal Dom Paulo Evaristo Arns”.

 

Dom Paulo foi defensor incansável dos direitos humanos e dos presos desaparecidos da ditatura militar. Dedicou sete décadas de sua vida à igreja e á luta pela dignidade humana. Foi uma das principais vozes da resistência política. Nos momentos mais difíceis, portou-se com coragem e determinação.

 

No assassinato de Alexandre Vanucci Leme presidiu a “Celebração da Esperança”, como forma de proporcionar visibilidade ao crime e consolo aos familiares pela perda.  Diante do assassinato do jornalista Vladimir Herzog, celebrou na Catedral da Sé, culto em sua homenagem, demonstrando toda a violência do estado

 

Em 1974, levou ao General Golbery do Couto e Silva, um dossiê com casos de 22 desaparecidos políticos.

 

O lema de dom Paulo como bispo, arcebispo e cardeal – “De esperança em esperança” – foi u ma inspiração em sua vida sacerdotal. Ele dizia que São Francisco era “o encanto de toda minha vida” e que seu desejo último era “ser padre na vida eterna”.

 

Acrescentar seu nome na Praça da Sé, espaço de tantas lutas pela democracia e por melhores condições de vida para o nosso povo é uma forma de Dom Paulo estar sempre presente. Dom Paulo colocou sua vida a serviço de nosso povo, nossa Cidade quer agora agradecê-lo e presenteá-lo com esta justa e merecida homenagem. 

 

A iniciativa é de autoria do vereador Arselino Tatto e posteriormente recebeu apoio do vereador Eduardo Suplicy que também reconhece a importância do Cardeal para os cidadãos paulistanos.

 

O projeto continua tramitando na Câmara e precisa ser aprovado em segunda votação.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload