Filiações ao PT disparam depois da prisão de Lula


Em 15 dias o partido recebeu mais de três mil filiações

De acordo com informações do Painel, da Folha, a prisão de ex-presidente Lula fez disparar o número de filiações ao Partido dos Trabalhadores (PT). Neste pequeno período de 15 dias, 3.230 pessoas se registraram na legenda —quase 30% do total de 11 mil inscrições contabilizadas desde janeiro.

O jornal informa ainda que nesta segunda-feira (23), o PT lança, no seu diretório nacional de Curitiba, uma nova campanha nacional de filiação.

A sigla decidiu estimular adesões após constatar que o número de ingressos espontâneos foi impulsionado pela prisão do petista.