O vereador Arselino Tatto protocolou, na tarde desta quarta-feira (14/8), requerimento na Câmara em apoio e solidariedade ao Padre Antônio Luiz Marchioni, o padre Ticão

14/08/2019

Padre Ticão é mais uma vítima da intolerância, da falta de conhecimento e da disseminação do ódio

 

 

O vereador Arselino Tatto protocolou, na tarde desta quarta-feira (14/8), requerimento na Câmara Municipal de Vereadores em apoio e solidariedade ao Padre Antônio Luiz Marchioni, o padre Ticão, da Paróquia São Francisco de Assis, Diocese de Santo Amaro, localizada em Ermelino Matarazzo.

 

Padre Ticão é mais uma vítima da intolerância, da falta de conhecimento e da disseminação do ódio. Desde a realização da 36ª Semana da Juventude, no início de agosto, em sua paróquia, o padre passou a receber mensagens de ódio e ameaça de morte.

 

Os ataques seriam de religiosos contrários ao trabalho pastoral e social do padre que dá espaço ao diálogo e ao debate sobre políticas públicas de grande relevância para a sociedade.

 

Confira abaixo o texto do requerimento de apoio, protocolado pelo vereador Arselino Tatto e seu irmão, vereador Jair Tatto:

 

REQUERIMENTO

 

Requer Voto de Apoio e Solidariedade ao Padre Antônio Luiz Marchioni pelo trabalho realizado em defesa da democracia, da liberdade de expressão, do diálogo e da vida.

 

Considerando que a intolerância, a falta de conhecimento e a disseminação do ódio estão fazendo mais uma vítima;

 

Considerando que o Padre Antônio Luiz Marchioni, mais conhecido como padre Ticão, da Paróquia São Francisco de Assis, em Ermelino Matarazzo, Diocese de São Miguel Paulista, foi alvo de ameaças e ataques de religiosos que se posicionam contra o seu trabalho pastoral e social;

 

Considerando que o Padre Ticão é reconhecido na comunidade pelo envolvimento histórico em lutas sociais visando garantir os direitos dos menos favorecidos. Sua trajetória como padre está diretamente ligada à luta pela melhoria da qualidade de vida do povo;

Considerando que os ataques, as ofensas e até mesmo a ameaça de morte aconteceram durante a realização da 36ª Semana da Juventude, organizada pelo grupo da comunidade, Renovação Jovem, por promoverem o debate sobre políticas públicas de grande relevância para a sociedade;

 

Considerando que é inaceitável que aqueles que se posicionam de forma contrária utilizem de ódio, violência, censura e intolerância, quando a doutrina da Igreja prega: a consciência moral, a liberdade, a participação e a justiça social;

 

REQUEIRO à douta Mesa, nos termos do inciso XV do art. 223 e 228 e seguintes do Regimento Interno, com a subscrição da maioria absoluta dos membros desta Edilidade, a inserção em ata de Voto de Apoio e Solidariedade ao Padre Ticão que além de ser um religioso de grande respeito e seriedade é também um defensor da democracia, da liberdade de expressão, do diálogo e da vida.

 

Requeiro, outrossim, nos termos do artigo 156, in fine, do Regimento Interno que seja dada ciência às seguintes entidades e autoridades:

 

  • Padre Antônio Luiz Marchione, domiciliado na Avenida Miguel Rachid , nº 997 – Ermelino Matarazzo  – CEP 03808-130, São Paulo, SP;

  • Paróquia São Francisco de Assis, situada na Avenida Avenida Miguel Rachid , nº 997 – Ermelino Matarazzo  – CEP 03808-130, São Paulo, SP;

  • Dom Manuel Parrado Carral, DD Bispo Diocesano de São Miguel Paulista – São Miguel Paulista – CEP 08011-020, São Paulo, SP;- Dom Walmor Oliveira de Azevedo, DD. Presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, situada na Rua Conselheiro Ramalho, 726 – Bela Vista – CEP -01325-000 – São Paulo, SP.        

 

 

Sala das Sessões, 14 de agosto de 2019.

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Câmara Municipal de São Paulo
Palácio Anchieta - Viaduto Jacareí, 100

11º Andar - Sala 1112 - CEP 01319-900
Tels.: (11) 3396-4264 / 4001 / 4002 / 4003

São Paulo - SP

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
1024px-WhatsApp_logo-color-vertical.svg_