Projeto do ver. Arselino Tatto estabelece visitas virtuais para pacientes internados com Coronavírus

A proposta prevê parceria com empresas privadas para fornecimento de tablets e celulares

Em maio de 2020, o vereador Arselino Tatto apresentou na Câmara Municipal o projeto de lei 336/2020 que institui na cidade de São Paulo o Programa de Visita Virtual para os pacientes internados em decorrência do novo Coronavírus.


A proposta surgiu da necessidade de viabilizar o contato entre pacientes internados diagnosticados ou suspeitos da COVID-19 e seus familiares durante o período de isolamento.


Os hospitais públicos não estão preparados para lidar com este novo vírus e com a situação do isolamento, as famílias sofrem com a dificuldade de acesso às informações dos pacientes, quadro que agrava ainda mais o emocional dos internados.


Diante disso, o vereador Tatto apresentou a proposta na Câmara Municipal para que o poder público possa contribuir de forma efetiva implantando o Programa de Visita Virtual, que disponibiliza recursos tecnológicos, como celulares e tablets, durante o período de internação, como meio de comunicação.


Logo no início da pandemia eu via nas reportagens o relato de familiares desesperados em busca de informações de parentes internados. Conversando com meu irmão, vereador Jair Tatto, que divide a autoria do projeto comigo, tivemos a ideia de criar o programa de visita virtual o que pode ser facilmente viabilizado por meio de parcerias com empresas privadas, sem prejudicar o orçamento da Prefeitura”, relatou o vereador Arselino Tatto.

O projeto foi apresentado em maio, precisa ser aprovado em duas votações e depois ser sancionado pelo Prefeito.


Esperamos que os cidadãos paulistanos contem com este benefício não só enquanto durar a pandemia, mas que ele possa contemplar qualquer paciente que esteja internado e com dificuldades de contato com a família.